maíra spanghero


MENINA ISABELA
16/10/2010, 7:37 PM
Filed under: cartas, literatura afetiva, literatura barata | Tags: ,

 

não abro mão do que é meu!

 

São Paulo, 16 de outubro de 2010.

Querida Isabela,

Meu nome é Maíra e, diferente de você, já sou uma menina crescida. Pelo menos em alguns aspectos como altura, peso e data de nascimento. Porque em termos de indignação, temos a mesma idade. Afinal, que história é essa de fechar a porta, ainda mais quando não estamos por perto para colocar o pé e impedir? Concordo com você, não é nada legal. O jeito é tentar conversar, desde que a outra parte esteja disposta a ouvir, como foi o seu caso. De qualquer modo, sua estratégia é muito eficiente e corajosa. Vou experimentar agora mesmo: – não fecha a porta! tá? pode ser? tranquilo?

Um beijinho doce,
Maíra